home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

06/07/2017

Comércio luso-brasileiro cresceu quase 34% no primeiro semestre

Trocas comerciais entre o Brasil e Portugal somaram US$ 861 milhões até junho, impulsionadas principalmente pelas exportações brasileiras para o mercado luso.

As trocas comerciais entre o Brasil e Portugal no primeiro semestre deste ano ascenderam a US$ 861,2 milhões, mais 33,7% do que os US$ 643,9 milhões transacionados na primeira metade do ano passado, segundo os últimos dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil.

A balança comercial entre janeiro e junho foi claramente favorável à economia brasileira, que exportou US$ 537,2 milhões para Portugal, importando do mercado luso US$ 323,9 milhões. As exportações brasileiras para Portugal tiveram um crescimento de 48% em termos homólogos, enquanto as importações subiram 15%.

O desempenho do primeiro semestre contou com resultados especialmente positivos em maio e junho. Junho teve a maior corrente de comércio mensal desde o início do ano, com US$ 185,8 milhões de trocas entre Portugal e o Brasil, acima dos US$ 178,1 milhões de maio.

No mês de junho o Brasil exportou US$ 136,5 milhões para o mercado português, mais 4,6% do que em maio, enquanto Portugal exportou para o Brasil US$ 49,3 milhões, mais 3,4% do que no mês anterior, segundo os dados do Governo brasileiro.

O ano 2016 foi o pior dos últimos 11 anos
Os dados do primeiro semestre abrem boas perspetivas para que 2017 supere o volume de comércio luso-brasileiro de 2016, que ficou em US$ 1,29 bilhão, o mais baixo dos últimos 11 anos.

No conjunto dos primeiros seis meses do ano as exportações brasileiras para o mercado português foram dominadas pelo petróleo (23% do total) e laminados de ferro e aço (19%), seguidos da soja (quase 11%) e minérios de ferro (7%).

No sentido inverso, os produtos que Portugal mais exportou para o Brasil de janeiro a junho foram azeite (cerca de 25%), bacalhau (9%), componentes para aviões (6,6%), pêras (5,9%), gasóleo (5,4%) e vinho (5,3%).

Fonte: Portugal Digital



NOTÍCIAS RELACIONADAS
22/09/2017
Empresas portuguesas precisam de investir mais na velocidade dos sites mobile
22/09/2017
Portugal financiou-se com os juros mais baixos de sempre
22/09/2017
Portugal acolheu até agora 1435 refugiados
21/09/2017
Nova lei da imigração faz disparar pedidos de residência em Portugal
21/09/2017
Brasil é o 5º país que mais utiliza arbitragem no mundo
21/09/2017
Como ser advogado em Portugal? Dicas para brasileiros