home > notícias

ASSOCIADOS

08/06/2018

Cuatrecasas com nova coordenadora de propriedade intelectual, dados pessoais e TMT [Cuatrecasas]

Sónia Queiroz Vaz assumiu a coordenação da área de propriedade intelectual, dados pessoais, telecomunicações, media e tecnologias da informação da Cuatrecasas em Portugal.

A advogada Sónia Queiroz Vaz assumiu a coordenação da área de propriedade intelectual, dados pessoais, telecomunicações, media e tecnologias da informação da Cuatrecasas em Portugal.

Sónia Queiroz Vaz tem 17 anos de experiência como advogada e está na Cuatrecasas desde 2007, tendo anteriormente exercido na Sérvulo. A sua atividade foca-se sobretudo em propriedade intelectual, proteção de dados pessoais e novas tecnologias, e ainda em propriedade industrial, direito da publicidade e da comunicação social. Tem apoiado clientes nos setores da distribuição, consumo, tecnologias de informação, media, publicidade, artes e desporto. É pós-graduada em Direito da Sociedade da Informação pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

A equipa vê-se também agora reforçada com a entrada de Francisco Branco Pardal, vindo da Antas da Cunha Ecija & Associados. Francisco Branco Pardal é licenciado e mestre pela Faculdade de Direito de Lisboa da Universidade Católica Portuguesa e fez o estágio curricular na SRS Advogados.

No final do ano passado a Cuatrecasas já tinha reforçado a sua equipa de PI e TMT, quer em Lisboa, quer no Porto, com as advogadas Maria Luísa Cyrne e Joana Campos e Matos, vindas, respetivamente, da Associação DNS.pt e da Sonae SGPS.

Fonte: Eco Advocatos



NOTÍCIAS RELACIONADAS
10/10/2018
Shoppings celebram o Dia das Crianças com a Coleção Turma do Safári [Sonae Sierra]
10/10/2018
Sua empresa está nos conformes? [Scharlack]
09/10/2018
Projeto de lei para seguros deve ser mais abrangente [Franco Advogados]
09/10/2018
30 anos de constituição: o que comemorar? [Brasil Salomão]
09/10/2018
Escritório em Portugal faz representação full service [MH Global]
09/10/2018
Usina solar construída pela EDP garantirá economia de R$ 82 milhões ao Banco do Brasil [EDP]