home > notícias

ASSOCIADOS

11/07/2018

Como buscar um negócio de Franchising em Portugal [Business Portugal]

No artigo de hoje, falamos de uma forma um pouco mais aprofundada, de como buscar um negócio de Franchising em Portugal em 5 passos.

Reserve cerca de 15 minutos para uma leitura atenta e se houver alguma dúvida ou sugestão, nos envie uma mensagem ou deixe um comentário abaixo.

Não há caminho fácil nem rápido para os negócios, há sim muito trabalho, pesquisa e preparação antes de tudo

1 - Buscar um negócio em que se tenha real afinidade e preferencialmente experiência

Sim, um negócio de franchising em Portugal normalmente deve lhe dar toda informação e suporte para que possas trabalhar com aquela marca, mas é certamente muito bem-vindo e recomendado que sua experiência acadêmica ou profissional complemente o negócio para que contribuía junto de sua pessoa, para com o sucesso e bom andamento do mesmo.

Com muita boa vontade e dedicação, certamente é possível de se aprender de tudo e fazer correr bem algum negócio do qual nunca esteve envolvido, mas colocamos abaixo também alguns pontos importantes sobre os tipos de negócio mais comuns:

A – Ter habilidade de se relacionar com funcionários.

Sim, mesmo um negócio de franchising, exige muito do gestor, para com as atividades de funcionários, não somente contratação e treinamento, mas processos do dia dia e também rotatividade (principalmente na restauração e limpezas) então, se busca algum negócio que exige grande contratação de pessoal, esta é uma habilidade certamente necessária.

B – Ter habilidade de se comunicar e vender.

Pode parecer também algo óbvio, mas não é. Quase todo tipo de atividade, mesmo um negócio de franchising em Portugal, vai exigir um envolvimento constante com seu cliente, mas principalmente os que são de “portas abertas ao público” é que tratarão de sempre dar grande foco no atendimento, no detalhe, em saber tratar e conversar com pessoas de que não conhece e de todo tipo de situação que se possa imaginar que pode ocorrer com um cliente desde

  • venda,
  • troca,
  • reclamação
  • e muitos outros

Então, se busca algo em que a atividade resulta em grande movimento de clientes, esta é uma habilidade certamente necessária.

C – Habilidades em Gestão.

Uma boa marca e bem estruturada, deve fornecer algum bom sistema de gestão, processos e também acompanhamento constante.

Mas o fato é que, no dia dia da operação, quem vai lá tratar mesmo disso é o dono ou responsável, logo, ao se pensar em ter um negócio, tem de se existir certamente a habilidade em gestão na pessoa, ou contratar alguém bom para isso e eventualmente um apoio externo ou mentoria.

Nós da Business Portugal também fazemos este apoio junto de clientes, durante a execução dos negócios, acompanhamento e andamento:
https://businesspt.pt/wpbpt/o-que-fazemos/consultoria-de-negocios-em-portugal/

2 - Pesquisar todas as marcas de atividade semelhante ou concorrentes, após escolher uma atividade, e fazer contato com todas.

Quando se está na busca de uma marca ou negócio de franchising em Portugal, normalmente ao pesquisar, depara-se primeiramente com as que fazem melhor a sua publicidade e muita propaganda, pois é claro, querem ser facilmente encontradas.

Mas, ao se tratar de um negócio de franchising, há de se ter muita atenção que nem sempre o que “brilha mais é ouro”.

  • Se identificou por exemplo, alguma marca para uma atividade de comércio de roupas masculinas para jovens, verifique todas as marcas semelhantes (Franchising ou não) e tente entender um pouco como é a dinâmica deste tipo de atividade e não somente o marketing!
  • Se gostaria de atuar como outro exemplo, com algum negócio nas áreas de limpezas profissionais (atividade esta que possui muita oferta) entenda de que existem muitas marcas, muitos modelos de negócios diferentes e principalmente, muitos formatos de suporte fornecidos diferentes (quando existentes de fato) então, mais uma vez, uma boa pesquisa é o que vai ditar a regra.
  • Se busca um negócio de restauração, turismo ou alguma coisa que “está na moda”, sendo extes exemplos bastante comuns, veja com muita atenção as questões de pontos comerciais, se a marca realmente presta este apoio na altura de estabelecer uma loja, se o negócio é mesmo ainda algo “em alta” ou se a “onda já passou”.

Mais uma vez vale a máxima de que a marca sempre lhe vende todas as maravilhas, mas a realidade deve ser sempre bem verificada antes!

Poderíamos citar aqui diversos exemplos, pois já trabalhamos com mais de 30 marcas de franchising em Portugal, mas apenas alguns exemplos acima demonstram bem para se ter uma noção do que observar.

3 - Obter toda informação possível junto das marcas

OK, uma vez escolhida uma atividade negócio de franchising em Portugal, que se identifica bem, pesquisado uma lista de todas as marcas possíveis que fazem algo parecido, agora é a hora de fazer os devidos contatos e obter as informações realmente necessárias.

Marcas bem estabelecidas certamente terão com facilidade as seguintes informações:

- Fácil acesso aos donos da marca e seus contatos (Ou representantes / Master Locais)

Atenção que aqui não referimos ao comercial, e sim, ao gestor da marca.

Logo, reuniões devem ser marcadas, de preferência presencialmente.

É bastante comum em um primeiro momento um comercial da marca vir reunir, mas há de se perceber se este é mesmo só o comercial (e que possivelmente nunca mais falará com esta pessoa depois de adquirir o negócio).

Sendo importante aqui conseguir reunir com os donos da marca (com marcas pequenas isso é relativamente fácil) ou ao menos, com o Master local ou gerente local, mas que não apenas o comercial, pois há mais informações, tanto do interessado como da marca, que se devem estar alinhados, principalmente com relaçãoaos interesses de todos com o negócio!

– Dossiers e documentação

Logo que se faz um primeiro contato, logo se recebe uma breve apresentação do negócio, eventualmente este está disponível até no site da marca ou após algum cadastro prévio.

Isso é mesmo bastante comum. Algum documento realmente oficial e de fácil acesso, toda marca de Franchise tem de ter a pronta entrega.

  • Não espere receber em um primeiro contato todo um dossier detalhado, informações financeiras e etc. Estes sim, são materiais que normalmente só se terá acesso após alguma reunião presencial e demonstração de real interesse no negócio!

As marcas também recebem muitos contatos de curiosos e até concorrentes diariamente e passar este tipo de informação com facilidade também pode ser um sinal de que se trate de alguma informação não bem elaborada!

Muita atenção aqui quando “alguém indica” um negócio mágico e já vem com documentos e planilhas todos prontos, pois é grande a chance de o indivíduo também ser apenas um comercial.

Não há nada de ruim em um comercial estar a vender um negócio, mas quando se identifica forte interesse apenas na venda, em fechar o negócio (E assim obterem-se as comissões) é de se ficar muito atento com isso, pois é um mau sinal.

Normalmente após uma ou duas reuniões, e assinatura de algum termo de confidencialidade, é que se obtém este tipo de material mais detalhado e com estes processos nós ajudamos diretamente para buscar um negócio de franchising em Portugal.

4 - Efetuar visitas nas lojas já existentes

Quando já existem lojas em funcionamento! …

Por mais incrível que pareça, existem marcas de franchise que não possuem lojas próprias, ou estão a “vender franchising” ainda sem uma unidade própria com pelo menos mais de 1 ano de atividade ou seja, apenas um modelo de negócio!

  • Após escolhido um negócio reserve um tempo para parar, refletir e olhar para si próprio (Sim você, o pretendente do negócio) e imaginar-se a fazer aquilo por pelo menos 5 a 10 anos.
  • Após ter obtido as informações e criado já alguma relação de confiança com a marca, já terá o olhar mais atento sobre as operações para que sejam produtivas as visitas.

Agora é hora de ir mesmo à rua, caso já não o tenha feito.

Em muitas marcas, é bastante comum que reuniões e encontros ocorram mesmo em unidades em andamento, e isso facilita muito tudo pois já se pode estar no ambiente certo para serem feitas as perguntas certas, mas nem sempre isso é possível.

Logo, visitar pelo menos 2 lojas da marca, conversar com outros Franchisados e saber se o que foi combinado e prometido, é o que está sendo feito é o ponto principal aqui. Simples assim!

Também junto deste tempo, é bom ficar atento possíveis tendências de mercado, uma vez que já se aprendeu muito também sobre o negócio na jornada e tentar diferenciar o que realmente veio para ficar e o que é negócio de momento.

Parece complicado? Refletir sobre isso e ponderar estes pontos pode não ser tão simples assim, por isso estamos aqui para ajudar na sua busca de negócio de franchising em Portugal.

5 – Buscar apoio financeiro, caso não possua ainda todo capital necessário.

Sim, claro e por que não?

Se pretende por exemplo entrar em um negócio em que são necessários 300mil€, mas possui disponíveis apenas cerca de 100mil€, pode ser bastante possível vir a recorrer a um crédito e financiamento bancário e algumas marcas podem até possuir protocolos com bancos também.

Este é um ponto que nós da Business Portugal também apoiamos pois temos contato direto com bancos e trabalhos já efetuados, para ajudar a obter toda informação acima necessária e preparar um processo junto a um banco para um pedido de crédito.

Aqui em Portugal, esses processos costumam demorar um pouco (pelo menos 3 meses) por isso há de se ter mais atenção a:

  • Prazos estipulados Junto a marca.
  • Cláusulas em contratos.
  • Sazonalidade do negócio.
  • Expectativas pessoais.
  • ter um plano B.

Pois recorrer a um pedido junto de um banco pode ser um exercício de um pouco de paciência, mas que pode valer muito a pena para um bom negócio OU para não ficar descapitalizado.

Nós também possuímos parceiros que já trabalham com algumas marcas e que eventualmente agilizam algum processo na obtenção de documentação e agendamento de reuniões, ajudando na transparência dos processos e facilidade de comunicação.

Nosso trabalho é sempre voltado ao apoio ao Franchisado, que busca negócio de franchising em Portugal e não atuamos em representação de nenhum negócio que não seja um negócio nosso próprio ou de clientes que tenhamos trabalhado.

Esperamos que este artigo esclareça alguns dos pontos importantes relacionados ao Franchising em Portugal e que também demonstra como nós trabalhamos o assunto.

Estamos à disposição para atender a todos.

Fonte: Assessoria



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/07/2018
Como se planejar para compra de moeda [Business Portugal]
16/07/2018
Delta Cafés com gestão florestal responsável [Delta Cafés]
16/07/2018
TAP lança TAP Flight Pass com descontos para clientes frequentes [TAP]
16/07/2018
Como estender o visto de turista em Portugal? [Nacionalidade Portuguesa]
16/07/2018
Vamos para o ajuste? [Reliance]
16/07/2018
Lei de Proteção de Dados Pessoais brasileira é aprovada pelo Senado [Cescon Barrieu]