Notícias

You are here:

Nova sede da EDP recebe visita de ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal [EDP]

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico brasileiro e principal investidora privada portuguesa no País, recebeu nesta sexta-feira, 30, a visita de Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, pasta responsável pela formulação, coordenação e execução da política externa em Portugal. Silva participou de cerimônia reservada de inauguração da nova sede da Companhia, no complexo E-Business Park, no bairro da Lapa, em São Paulo, fazendo o descerramento de uma placa comemorativa.

“Queria dizer, como chanceler português, que é muito importante para nós que a ligação entre Portugal e Brasil se faça também no nível das empresas, dos investidores e dos trabalhadores e quadros profissionais. E é muito importante que a EDP Brasil, como grande empresa que é, esteja tão associada a missões de responsabilidade social, em particular a missões de apoio à cultura. Quero terminar parabenizando a virada que a empresa está fazendo para ter um mix de energias cada vez mais inovadoras, cada vez mais em linha com nossas obrigações e urgências de ação climática”, declarou Augusto Santos Silva.

A nova sede da EDP foi desenhada seguindo os princípios da Neuroarquitetura, metodologia que utiliza a neurociência aplicada à arquitetura com o objetivo de beneficiar os espaços, considerando conceitos como biofilia (integração entre natureza e construção), ritmo circadiano (influência da iluminação no bem-estar dos colaboradores) e ergonomia, entre outros, com o objetivo de promover uma melhor cognição por parte dos colaboradores. O projeto recebeu, inclusive, o selo Fitwell com duas estrelas, fazendo da EDP a primeira empresa do setor elétrico a conquistar a certificação, que reconhece a criação de ambientes saudáveis no local de trabalho e em residências, melhorando a saúde e a produtividade dos ocupantes.

A decisão pela mudança de sede aconteceu em 2020, em função das questões sanitárias levantadas pela pandemia da Covid-19, e da busca por atender as principais tendências mundiais em termos de espaços de trabalho. Por isso, buscou-se um ambiente com pé direito duplo, com maior espaço de circulação e espaçamento entre as estações de trabalho, que propiciasse ventilação e iluminação naturais e permitisse intervenções para estimular o bem-estar, a colaboração, a criatividade e uma melhor cognição aos colaboradores. Até chegar ao espaço escolhido, mais de 106 imóveis foram avaliados em seis cidades.

“É motivo de orgulho receber o Sr. Ministro de Estado e Negócio Estrangeiros Augusto Santos Silva na inauguração de nossa nova sede. O princípio número 1 da cultura da EDP no Brasil é “A Vida sempre em primeiro lugar”. Levando em conta toda a reflexão trazida pela pandemia, entendemos que era o momento de buscar um novo espaço de trabalho que refletisse nossa preocupação com a saúde física e mental dos nossos colaboradores. Estamos muito felizes com o resultado”, afirma João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil.

A nova sede da EDP no Brasil tem mais de 10.000m², com 600 estações de trabalho, 625 assentos colaborativos e 268 assentos para reuniões formais. Além disso, as instalações contam com Espaço Kids, Game Room, salas de meditação, tridimensional (sala com tecnologia visual avançada para eventos especiais) e de treinamentos, e auditório com capacidade para 105 pessoas.

Modelo híbrido

Num primeiro momento, a EDP abrirá o escritório apenas a 30% dos colaboradores. O trabalho presencial será voluntário, e o colaborador interessado poderá agendar sua ida com a ajuda de um aplicativo, que também fará o controle diário da quantidade de pessoas no local. Após esse período, os colaboradores vão poder adotar o modelo híbrido de trabalho, indo ao escritório de duas a três vezes por semana, em alternância com o regime de home office.

Sobre a EDP no Brasil

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica, além de atuar em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia. Em Distribuição, atende cerca de 3,5 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo, além de ser a principal acionista da Celesc, em Santa Catarina. Foi eleita em 2020 a empresa mais inovadora do setor elétrico pelo ranking Valor Inovação, do jornal Valor Econômico, e é referência em Governança e Sustentabilidade, estando há 15 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Fonte: Assessoria
Share on facebook

Notícias Relacionadas