Notícias

You are here:

Qual a rentabilidade de se investir no planejamento sucessório? [Azevedo Neto Advogados]

Em meio à pandemia do COVID 19, no ano de 2020, o número de testamentos realizados perante cartório aumentou em 134%, segundo levantamento feito pelo Colégio Notarial do Brasil.

Há um maior número de pessoas preocupadas em planejar o futuro e garantir a segurança de seus herdeiros e sucessores.

Mas, você sabe o que é planejamento sucessório?
O planejamento sucessório é a estruturação antecipada da sucessão de patriarca ou matriarca da família.
É realizado a partir da análise do perfil e necessidades de cada família, levando-se em consideração os desejos de seus idealizadores.
Então, são analisadas as melhores estratégias para a redução de impostos, proteção do patrimônio, profissionalização de gestão, dentre outros.
Há diversos instrumentos que podem ser utilizados para a organização e formatação de um planejamento sucessório tais como o testamento, alteração do regime de casamento, pacto antenupcial, doação com reserva de usufruto de bens imóveis, constituição de holding patrimonial, acordo de sócios, dentre outros.
 
Qual a finalidade do planejamento sucessório?
O planejamento sucessório pode ter como finalidade:
(a) economia tributária na sucessão patrimonial;
(b) preservação patrimonial, por meio de ferramentas que implementam as regras para a administração do patrimônio, após o falecimento do patriarca ou matriarca;
(c) harmonia das relações familiares;
(d) proteção patrimonial, para as famílias empresárias, garantindo o sustento familiar em meios às crises e à instabilidade político-econômica;
(e) a profissionalização da administração da empresa familiar; e
(f) evitar a demora e custos de ação de abertura de inventário, principalmente quando há hostilidade entre herdeiros. 
 
Quando fazer?
O melhor momento para a realização do planejamento sucessório é hoje, quando o patriarca ou matriarca, tem o controle dos negócios familiares e pode comunicar aos seus herdeiros e sucessores o seu desejo.
 
Qualquer um pode estruturar o planejamento sucessório?
A estruturação do planejamento deve ser feito por profissional ou equipe de profissionais especializada que conheça direito societário, família, tributário e contabilidade.
 
Há uma fórmula única para se fazer o planejamento sucessório?
Não, não há.
A estruturação do planejamento sucessório depende da necessidade e realidade de cada família as quais definirão as ferramentas a serem utilizadas.
 
As ferramentas para preservar o patrimônio pessoal e familiar encontram-se ao seu alcance, ao investir-se na arquitetura sucessória! Consulte profissional especializado e entenda os benefícios de tal planejamento!

 

Fonte: Azevedo Neto Advogados

Share on facebook

Notícias Relacionadas