Notícias

You are here:

EDP adquire Celg-T em leilão de transmissão [EDP]

A EDP, Companhia que atua em toda a cadeia de valor do setor elétrico, adquiriu participação de 100% das ações da Celg Transmissão S.A (Celg-T) em leilão realizado nesta quinta-feira (14), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A compra do pilar de transmissão da estatal goiana foi realizada por R$ 1,977 bilhão de reais. A Empresa estima uma receita anual permitida (RAP) adicional de R$ 223 milhões no ciclo 2021/2022, através da aquisição dos 756 quilômetros de redes de transmissão e das 14 subestações que percorrem predominante o estado de Goiás.

O prazo de concessão para a operação no estado de Goiás é até o período entre 2043 e 2046. A região centro-oeste possui forte crescimento de demanda de energia e nos últimos 10 anos seu crescimento foi 3,7 vezes maior que a média do País, o que é explicado pela base de sua economia – agroindústria – que requer grandes quantidades de energia. 

O resultado no leilão reforça a presença do Grupo EDP no Brasil e a aposta estratégica da Companhia nos investimentos em Redes (Distribuição e Transmissão), em linha com seu Plano Estratégico 2021-2025. “O segmento de redes, de Transmissão e Distribuição, é uma das prioridades para o crescimento da EDP no País nos próximos anos. A aquisição da Celg T reforça a diversificação do nosso portfólio, em nossa busca constante por ativos de retorno atraente e risco controlado”, afirma João Marques da Cruz, presidente da EDP no Brasil.

A Celg T é resultado da cisão de ativos da Celg Geração e Transmissão (Celg GT), anunciada pelo Estado de Goiás no primeiro semestre de 2021.

 Investimentos em Transmissão

A Companhia já investiu R$ 4,1 bilhões em obras e projetos de Transmissão, representando 80% de execução de seu CAPEX total nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Maranhão e Espírito Santo, Acre e Rondônia. 

Recentemente, a Empresa concluiu a operação do Lote 07 do Leilão Aneel n.º 005/2016, com 11 meses de antecedência, reforçando o suprimento de energia elétrica do estado do Maranhão. 

Fonte: Assessoria
Share on facebook

Notícias Relacionadas